sábado, 11 de junho de 2016

Viagem à HOLANDA - Divagar pelo Jardim Keukenhof




Hoje vou começar a mostrar mais em pormenor, o que vimos no nosso fim-de-semana em Amsterdão. No sabado bem cedinho, saímos do hotel para uma visita imperdível, ao famoso Jardim Keukenhof.




Tinhamos comprado antecipadamente os bilhetes dos transportes e da entrada no jardim através do site oficial do Jardim Keukenhof. Perto do hotel, na Busstation Elandsgracht, apanhamos o Bus 197 até ao final da linha em Schiphol. Alguns metros mais à frente de onde saímos, apanhamos o Bus 858 para o jardim, havia fila e não conseguimos ir no autocarro que lá estava, mas foi relativamente rápido.  O tempo estava muito instável estando sempre presentes algumas nuvenzitas, e de vez em quando, o sol dava lugar à chuva.  Com chuva ou sem chuva, foi um prazer imenso passear neste local maravilhoso.







O jardim só está aberto na primavera, de meados de março a meados de maio. Gostariamos de ter ido em abril mas não deu e daí termos escolhido o fim de semana de 13 a 15 de maio para visitar Amsterdão pois o jardim fechava logo no dia 16 de maio.








Fica situado perto da cidade de Lisse e ocupa uma área de 32 hectares. São cultivadas milhões de flores, como bromélias, antúrios, cerejeiras ... mas é claro que o destaque especial vai para as tulipas. Os canteiros com flores de diversas cores e formatos, são absolutamente fantásticos.









Os jardins Keukenhof abrem todos os anos com um tema decorativo diferente, este ano a temática foi “The Golden Age", ( a Época de Ouro ), período de grande desenvolvimento da Holanda a vários níveis, tendo enriquecido imenso através do comércio por todo o mundo.









Tem mais de 800 variedades de tulipas, embora o jardim fosse um mundo de côr e beleza, para poder apreciar em pleno a sua floração, convém ir talvez em meados de abril, pois agora, já haviam vários canteiros em que as tulipas tinham sido cortadas.














Dentro do jardim existiam vários jardins: Golden Age garden, o Vegetable garden, Rob's Sensory Garden, Beach garden,  Vintage garden, Historical Garden e o Delfts Blauw garden.












Delfts Blauw garden
Na metade do século XVII, os oleiros em Delft conseguiram copiar a porcelana chinesa, azul e branca. Delft Azul tornou-se extremamente popular. Neste jardim a combinação azul e branca foi amplamente usada, incluíndo também variedades de flores azuis e brancas.









Seguimos na direção do moinho




Como se podia subir, lá fomos nós ver o parque de um ponto mais elevado ...







Seguimos depois para o Pavilhão Beatrix onde decorria uma exposição de tulipas








Continuamos o nosso passeio e lá começou a chover novamente ... não tinhamos chapéu de chuva, mas isso não impedia o nosso caminhar.








Quando voltava o sol o jardim ganhava outra luminosidade.








Entramos no Pavilhão Willem-Alexander para além de estar a decorrer uma linda exposição de Lírios, estava também um grupo tradicional a cantar.







Várias esculturas e outras obras de arte, encontram-se espalhadas pelo jardim, pois todas as primaveras, são convidados vários artistas a mostrar e exibir uma ou mais de suas obras no parque. A combinação da arte e da natureza produz um efeito surpreendente.








Gostariamos de ter passado mais tempo neste maravilhoso jardim, mas não dava pois havia muito para ver em Amsterdão.








Texto explicativo: http://www.keukenhof.nl/en/

Próximo post: Praça Museumplein

 Fotos: Pessoais


1 comentário:

  1. Bom dia
    De tantos e tantos. Um dos mais lindos que passou por aqui. Parabéns

    Beijinhos e um sábado feliz.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.